A descoberta da Aldeia de Brotas e da sua envolvente tipicamente alentejana mostra que em séculos de árduo trabalho, os Alentejanos, se adaptaram e moldaram a paisagem ao seu dia a dia em perfeita harmonia com a natureza. Sinta como o alentejano transformou o meio que o rodeia em peças decorativas. Em pratos gastronómicos de sabores genuínos. Pendurou os enchidos no fumeiro, retirou o mel da flora nativa, apurou em lume brando os doces e compotas. Espremeu as suas azeitonas e deixou fermentar as suas uvas criadas em plena natureza. E misturou a farinha com água e fez este sabor cozido em forno quente que alimentou gerações.